27 de julho de 2011

"Homens temem ao que nunca fazem. Esperando que algo aconteça no tempo em que espera acontecer. Alguns homens ousam coisas absurdas a fim de um resultado de superação. Tendo feito algo que por fim, ainda não fizeram, ou faz para que mostre aos poucos, que vale mais vencer as guerras do que não ir a batalha."

Sua voz... Quanta ternura num só ser, Mas por hoje! Almejo sonhar no teu sono E no limiar do teu descanso Repousar em teus seios!