19 de novembro de 2011

"A vida pode passar, mas os nossos laços não. Isso significa um entender sentimental que vive por desejar, não por querer as coisas alheias. Então depois de um bom tempo tudo se junta como se fosse um laço que não se pode quebrar mesmo que o mundo queira por seu desejo, mas nossa vontade de estar é o simples desejo de existir como uma família que nunca se separou, mas sempre esteve junta mesmo que distante."

Quis escrever nas noites mais frias e longas das quais cada um dos meus pensamentos eram naufrágios. Mas não fui permitido a escrever com pe...