Levanta-te

"Isso tudo aqui é muito lindo ... Mas não sou assim,
sou o que falo quando não penso pra falar."

__________________________________
"Direitos Autorais."
Os direitos autorais são protegidos pela lei nº 9610/98, violá-los é crime estabelecido pelo artigo 184, do Código Penal Brasileiro. Não copie sem divulgar a autoria !

segunda-feira, 7 de maio de 2012

"Quem dera,

Eu fosse essas gotas d'águas
Para desenhar as ruas na chuva
Num dia ainda solene de luz
Percorrendo os montes altos

Cobrindo os horizontes como uma cortina
Esbranquiçada que embaça os olhos
Mas que insistem em descobrir 
Qual caminho ainda devo seguir 

Quem dera eu fosse a lágrima
Do seu rosto para deslizar a pele
Detratando a tristeza, sendo uma alegria
Que faz o monte dissolver em felicidade 

O tempo é a alquimia da ideias
Que surgem em meio as ruína
Em que percorre também a chuva
Molhando e limpando os campos ímpios 

"Vem soprando o vento,
Trazendo você de volta
Cantando a melodia
Que carrega os teus olhos." 

Quem dera eu fosse teus pensamentos
Te levaria aonde quer chegar
Sem medo e receio para tudo conquistar
Quem dera eu fosse o dono do mundo.