7 de maio de 2012

"Solstício ao outono,


Os medos e os temores se partiram 
Como um nível não alcançado pelos desejos 
Em que a fraqueza tornara-se força 
 Quebrados como o vento que se toca pelo ar... 
Pairo sobre o sono sem sonho,
 perseguido pelos males em que o mundo se sente só,
 sem a representação do teatro da vida, 
em que nada mais vale por ódio, só por amor.

Quis escrever nas noites mais frias e longas das quais cada um dos meus pensamentos eram naufrágios. Mas não fui permitido a escrever com pe...