8 de junho de 2012

"As vezes o tempo passa,
a gente esquece
E não há saudade
Só um espaço para o que chama-se
Esquecimento.
È como uma bala
Que atinge seu alvo
sem saber se vai ou não
Derrubá-lo."

Quis escrever nas noites mais frias e longas das quais cada um dos meus pensamentos eram naufrágios. Mas não fui permitido a escrever com pe...