27 de outubro de 2012

"Não posso culpar a todos,
Talvez eu seja culpado de tudo.
E ainda não tenha percebido ...
___________________________
 Assim como enxergo tudo
Você percebe os detalhes
Não sei se luz ou sombras
Ainda sim, amo como quem sente."

Deixe-me compartilhar com você uma memória

Dentro desse sonho, há uma imagem da morte E ela me leva onde há um saco de ossos Em que ali está o meu nome E pelo corredor daquele vale...