16 de abril de 2013

È meio que louco,
Mas conhece lúcidez
Não quando chega
Mas se existe

Vê coisas, diz por elas
Nem se aproximam
Temem ao mar
Se quer o conhecem

 O som acordeon
De um anjo perdido
Só ele te encontra?
Nunca o vê?

Estranho modo de crer
E se quer ser parte
Do que por tudo passa
E em nada fica, passa e só.

"Atenua-se no vasto céu negro antigas estrelas e esplendorosa e formosa lua...

Fazendo mundos surgirem junto a sensação do vento noturno Solstício outono também declama o amor as folhas Onde cada uma delas também...