22 de abril de 2013

"Mil  milhões de razões
Para que nunca traga
O que se quer importa
Para tentar  o melhor

Porque se há algo
Lá do lado de fora
Os muros se desfazem
Para enxergar a liberdade."

"Atenua-se no vasto céu negro antigas estrelas e esplendorosa e formosa lua...

Fazendo mundos surgirem junto a sensação do vento noturno Solstício outono também declama o amor as folhas Onde cada uma delas também...