Levanta-te

"Isso tudo aqui é muito lindo ... Mas não sou assim,
sou o que falo quando não penso pra falar."

__________________________________
"Direitos Autorais."
Os direitos autorais são protegidos pela lei nº 9610/98, violá-los é crime estabelecido pelo artigo 184, do Código Penal Brasileiro. Não copie sem divulgar a autoria !

segunda-feira, 7 de outubro de 2013

Um verso se afronta no leste
Onde matilhas se escondem as sombras
Sonda a canção da morte
Que num solstício uiva a luna

Profundo precipício de um além
Caminha pelos cantos os medos
Frio que espreita os males que se partem
Longo campo que se deita a escuridão

De luzes que ofuscam a cidade abaixo
Voam aves invisíveis a neblina noturna
Alta madrugada onde nasce o pesadelo
E desmoronam-se as vaidades da alma

Porque o corpo sente, a alma permite
Os olhos conquistam, o pensamento se achega
Ao dezembro de um lago escondido
Que enlaça-se em sono profundo.