Levanta-te

"Isso tudo aqui é muito lindo ... Mas não sou assim,
sou o que falo quando não penso pra falar."

__________________________________
"Direitos Autorais."
Os direitos autorais são protegidos pela lei nº 9610/98, violá-los é crime estabelecido pelo artigo 184, do Código Penal Brasileiro. Não copie sem divulgar a autoria !

terça-feira, 3 de junho de 2014

 ... È que toca o sino na aldeia,
E desperta os pássaros noturnos,
Tens assim o inifinito brilho da lua
Que minguam os seres que despertam

Sobre ás copas de folhas solstícias
De um outono que feito fábula
Que danças no fogo? Que trazes o vento?
Sopra forte sobre meado os pensamentos

Vagando sobre linhas abandonadas
Em trilhos frios sobre escombros
Que tanges tanto este horizonte de estrelas?
Que escapa assim, por minhas mãos

Que possui este ser intocável. Oh lua!
Aproxime-se assim de tão longe para perto
Sobre olhos vitrais de um lindo inverno em ela ser
Querendo virar assim todas as longas primaveras

Tão serena, que devasta a tempestade que se aproxima
'Ela' carrega o silêncio que tudo move,
Tens a chave que abre todos os impossíveis
Como ela, assim a mudança de todas as estações.