18 de dezembro de 2014

"Estas sombras,
trespassam-me,
mas nada trazem
Senão silêncio
E dor..
Quem dera
Fincar estas pontas
arrancasse toda
esta forte dor
Que nunca passa
paira um tempo
E eu olho além
Do que antes era,
e agora
Só destroços,
ruínas
Cacos
E aqui, meus fragmentos."

Quis escrever nas noites mais frias e longas das quais cada um dos meus pensamentos eram naufrágios. Mas não fui permitido a escrever com pe...