21 de abril de 2017

“Onde está o seu sonho?”

Desbravamos os temores,
Que nos trás a vida, derradeira
Passa e ficamos neste revés
Oceânico e formoso como somos
Pensamos demais nestas coisas
E deixamos muito de ser
Somem os dias, alcançamos a graça
De simplesmente existir
Não tão somente por fora
Mas como por dentro
E faz-me encontrar
Cada nota desta canção
Que sopra ao vento
E me encontra a este sonho
Que antes perdido
Faz-se mar vasto, destemido
Sobre todas estas ondas
Que pairam as eiras das ilhas
E me perguntam as estrelas!
Onde está o seu sonho?
E estes auspiciosos olhos as respondem:
Aqui ou o acolá, sobretudo
Meu sonho esta definido
Porque pondero, vivo, sinto

E quem realiza, é a alma

Rufa o tempo sobre essa silhueta

Imagem do inenarrável sentimento Que faz ressuscitar perfeita ponte Onde brinca as ondas de águas claras Riacho profundo, chamado sono D...