13 de janeiro de 2018

Você possui todas as cores

E meu mar dança a beira de seus passos
A luz da lua declina e se deita a superfície
Do mais profundo azul dos oceanos
Um pensamento suspeito paira e some

Toma a forma de todas as estrelas
E faz parar as embarcações
E os outeiros se movem no infinito firmamento
Onde nascem jasmins de todos os tons

A este amor que não posso definir, medir
Pois quem dera fossem as palavras sentimentos
Navegaria constelações de todos os planetas
Somente para desenhar  o mundo em minhas mãos

Assim tudo seria teu
Nada me pertenceria
Porque sou apenas metade
A outra é nada, é sonho

Que em meio as tuas cores
Tudo deixa, abandona
Para ser lua natural
Fazendo navegantes, dormir e realizar

Enquanto sonham...
Você perfeita nau
Onde me deito a proa do vento
Amo-te desnuda dos efeitos dos lápis

Pois tu possui todas as cores

Essas sensações que me surgem e me tomam por suas cores invisíveis e de finitudes indomáveis. Me fazem saber que estou no caminho certo, não...