30 de abril de 2018

"Não é o tempo que passa que nos trás descobertas. É a nossa passagem dentro deste tempo a nos revelar o mistério que tudo suporta e tudo compreende de modo que não afogue o coração em tantas promessas. Pois a vida, já é uma promessa, pois nela, nada merecemos senão aquilo que ela nos dá. Pois aquilo que se compra, é vaidade e não se vê o tempo como senti-lo. E então, tudo passa e vai querer novamente. Mas o amor como Ele permanece, nos faz desapegar-se do igual e pronto para viver o inenarrável  e sentir o inimaginável, o Amor.

Sua voz... Quanta ternura num só ser, Mas por hoje! Almejo sonhar no teu sono E no limiar do teu descanso Repousar em teus seios!