21 de maio de 2010

Uma nova viagem para se ter
Mesmo que vá sozinho
Alguém ficará ali
Na brisa do mar que voraz
È ondulado pelos ventos.

Atravesso oceanos em minhas viagens
Não é preciso duma companhia
Pra você não se esquecer
E eu nem mesmo precisar me perder
Espero então chegar...

O vento que te levou,
Mas o tempo que trará
A indiferença do que se pensa
Por aquilo que se deseja.

"Na vigília dessa noite, enquanto todos dormiam. O mundo a se mover sem perceberem da mesma forma ao estarem todos despertos. Movia-se ...