26 de dezembro de 2010

"Eu não me importo em ganhar e nem perder. Assim como andas sobre a terra, dita como o inferno que está abaixo do céu. Eu só quero existir, e assim vivo, sem ganhas e perdas, desfaço dos sonhos e realizo algum desejo que me tenho por dentro. Vivo por fora."

Quis escrever nas noites mais frias e longas das quais cada um dos meus pensamentos eram naufrágios. Mas não fui permitido a escrever com pe...