Levanta-te

"Isso tudo aqui é muito lindo ... Mas não sou assim,
sou o que falo quando não penso pra falar."

__________________________________
"Direitos Autorais."
Os direitos autorais são protegidos pela lei nº 9610/98, violá-los é crime estabelecido pelo artigo 184, do Código Penal Brasileiro. Não copie sem divulgar a autoria !

sábado, 5 de fevereiro de 2011

Agora contar-lhes um pouco sobre a sorte!
Desprovida por ai, achou-se em algum motivo para escolher as coisas que se fazer... O percurso poético de uma vida niilista de tantas as coisas feitas e pensadas, Oh! Quântica existência levada pelos outros, entende-se o que pôde antes. Agora realiza o que puder, o que quer, e como feitos alcançados de tempo a tempo.
PoetaLuar
Coagido pela percas temporadas dos tempos deixados para o socorro do presente. Sem a impressão da sorte, a força do pensamento que se renova.
Sobre a existência das coisas...
_______________________
Rompe os ares de tempos
Sobre os altos montes do pensar
Pressente coisas que não se vive
Para si é só o tempo que passa
Os arredores se findam
E sabe dos dias e noites
Permitido a ser tudo
O que se quer em...
Pensar em si nem sendo dos outros
agora surge o espaço vago
E nele se descreve os sonhos
Passa a realizar e vive
De fronte a tudo o que existe
O poeta de um luar eterno
E o dia ensolarado no estado Real.