9 de maio de 2011

"Talvez."

Talvez eu saiba
Pode ser que eu saiba...
E se eu não souber
Terei qual certeza?

Sempre que desperto, numa manhã
Pareço saber, tudo do dia
Mas aquilo muda-se como
Se eu já soubesse...

Que tenho de testar
O meu próprio saber,
conhecer o meu eu, até profano
O sol fraco que espaceia-se as nuvens
Acinzentadas...

Como se eu soubesse...
Que a cada segundo
Se tem outro, até as altas horas
Talvez eu saiba que preciso dormir uma hora.

'Porque minhas certezas mudam, por outras,
pois se vão os momentos, já vividos.'


(Projeto Escrita Total: Escrita rápida com mapa mental)

"Eu e Ela."

Não são moedas meus anseios Ardentemente, desejo além do pensamento Porque não enxergo com os olhos Enxergo com a alma E somente ela sab...