26 de outubro de 2012

"Tomando uma posição, corroemos o medo de forma que ele não passe de uma sentinela para outra razão. Se seguir o mesmo caminhe, opite por enxergá-lo de outra forma. Ande, sempre por uma nova estrada em teu caminho."

Deixe-me compartilhar com você uma memória

Dentro desse sonho, há uma imagem da morte E ela me leva onde há um saco de ossos Em que ali está o meu nome E pelo corredor daquele vale...