28 de janeiro de 2014

        "È que eu admiro teu olhar ... E em silêncio a amo sem mesmo saber quando tudo começou."

Quis escrever nas noites mais frias e longas das quais cada um dos meus pensamentos eram naufrágios. Mas não fui permitido a escrever com pe...